top of page

Elias, salve sua cidade! #Carnaval



Querido Intercessor, Shalom!


Estamos passando por dias de alinhamento, dias difíceis, onde caminhamos para uma transição, transição para o estabelecimento de propósitos e missões. Estamos em dias em que o limpo se limpará mais, e o sujo, se sujará mais.


“Aquele que é injusto, continue sendo injusto; e aquele que é impuro, continue sendo impuro; e aquele que é justo, continue sendo justo; e aquele que é santo, continue sendo santo.” — Ap 22.11


Não devemos deixar nosso espírito se abater diante do cenário, circunstâncias e opressão dos dias em que vivemos, pois o poder pertence ao SENHOR, e Ele É soberano, Sua agenda e Seus planos prevalecem.


“Certamente, homens de baixo grau são vaidade, e homens de alto grau são uma mentira; ao serem colocados na balança, juntos são mais leves do que a vaidade. Não confieis na opressão, e não vos torneis vãos no roubo; se as riquezas aumentarem, não coloqueis o vosso coração sobre elas. DEUS falou uma vez; duas vezes eu tenho ouvido isto: que o poder pertence a DEUS.” — Sl 62.9-11


Nestes dias, há grande empenho das trevas contra o homem, em confundir, em corromper princípios e valores, em contaminar com ideologias; falsos profetas têm se levantado e enganado a muitos (Mt 24.11), a iniquidade se multiplicará e o amor de muitos esfriará (v12), mas aquele que suportar até o fim, esse será salvo (v13).


Há duas mesas postas diante do homem: a mesa do inimigo com toda imundície das trevas, que afronta e ofende ao SENHOR, que alimenta a carne do homem, seus desejos, sua corrupção e seu anseio em ser deus. Uma mesa onde a independência é fortalecida, a rebeldia é instaurada, a orfandade é estabelecida e ao fim da comida torpe e embriaguez, o homem encontra a morte. E a outra a mesa, a mesa do SENHOR, é onde há um banquete de vida, que leva o homem a plenitude, onde ele recebe filiação (identidade); revelação (conhecimento); exortação, consolo e ânimo (paternidade) e provisão para fazer a vontade do PAI, por fim a satisfação mútua do homem com seu Criador, DEUS e PAI.

“Tenho um alimento para comer que vós não conheceis… A Minha comida consiste em fazer a vontade Daquele que Me enviou e consumar a Sua obra.” — SENHOR Yeshua em João 4.32,34


“E finalmente, meus irmãos, sede fortes no SENHOR e na força do Seu poder. Revesti-vos de toda a armadura de DEUS, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. Porque não lutamos contra carne e sangue, mas contra os principados, contra as potestades, contra os governantes das trevas deste mundo, contra a maldade espiritual em regiões celestiais. Portanto, tomai toda a armadura de DEUS, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.” — Ef 6.10-13


Precisamos receber novas estratégias para nos movimentarmos de forma eficaz, nos atentarmos para não gastarmos nossos recursos – tempo, energia, vigor, talentos, dons, dinheiro etc – em ações ultrapassadas. Precisamos da direção do Espírito Santo, pois cada localidade tem sua responsabilidade, desafios e problemas a serem resolvidos, sempre nos sujeitando ao cabeça do Corpo, pois “Ele, SENHOR Jesus, É a cabeça do Corpo, da Igreja” (Cl 1.18a).


Nossa movimentação não deve ser de reação ao inimigo, mas sim de ação dirigida pelo SENHOR. Enquanto o mundo avança em iniquidade e imoralidade, a Igreja deve avançar em justiça e santidade. Enquanto o mundo se movimenta em escárnio, a Igreja se entrega ao SENHOR em adoração. Encham a atmosfera de adoração ao SENHOR! Proclamem Sua Palavra, divulguem Sua obra e Seus favores, celebrem Sua graça e misericórdia, aclamem ao REI dos reis e SENHOR dos senhores, apregoem Seu senhorio e Seu Reino vindouro.


Deem graças ao SENHOR, pois Ele É bom, porque a Sua misericórdia dura para sempre! Que Israel agora diga que a Sua misericórdia dura para sempre. Que a Igreja diga que a Sua misericórdia dura para sempre. Que os que temem ao SENHOR agora digam que a Sua misericórdia dura para sempre. — Salmo 118.1-4


Dentro da história e cenário atual, a Igreja está dentro de contexto diferenciado do mundo, onde devemos caminhar com confiança no SENHOR, então proclame em adoração:


Clamamos pelo SENHOR na aflição; o SENHOR nos respondeu, e nos colocou em um lugar largo. O SENHOR está do nosso lado, não temeremos; o que pode fazer o homem a nós? O SENHOR toma nossa parte com aqueles que nos ajudam; portanto veremos o nosso desejo sobre aqueles que nos odeiam. É melhor confiar no SENHOR do que pôr a confiança no homem. É melhor confiar no SENHOR do que pôr a confiança nos príncipes. Todas as nações nos cercaram, mas no Nome do SENHOR nós as destruiremos. Cercaram-nos, sim, cercaram-nos; mas no Nome do SENHOR nós as destruiremos. Cercaram-nos como abelhas; são apagadas como o fogo de espinhos; pois no Nome do SENHOR nós as destruiremos. Eles nos impeliram duramente para que pudéssemos cair, mas o SENHOR nos socorreu.


O SENHOR É a nossa força e canção, e Se tornou a nossa salvação. A voz de regozijo e a salvação está nos tabernáculos dos justos; a mão direita do SENHOR (SENHOR Jesus) age valentemente. A mão direita do SENHOR é exaltada; a mão direita do SENHOR age valentemente. Não morreremos, mas viveremos; e declararemos as obras do SENHOR.


O SENHOR nos castigou duramente, mas Ele não nos entregou à morte. Abre-nos as portas da justiça; entraremos por elas, e louvaremos ao SENHOR. Este portão do SENHOR, pelo qual os justos entrarão. Louvar-Te-emos, pois nos ouviste, e Te tornaste a nossa salvação. A pedra que os edificadores recusaram tornou-Se a principal pedra da esquina.


Este é o agir do SENHOR; Ele É maravilhoso aos nossos olhos. Este é o dia que o SENHOR fez; nós nos regozijaremos, e nos alegraremos Nele. Salva-nos agora, Te suplicamos, ó SENHOR; ó SENHOR, Te suplicamos, envia agora a prosperidade. Bendito seja Aquele que vem em Nome do SENHOR; nós vos bendizemos de fora da casa do SENHOR. DEUS É o SENHOR que nos mostrou a luz; atai o sacrifício com cordas, até aos chifres do altar. Tu És o nosso DEUS, e nós Te louvaremos; Tu És o nosso DEUS, e nós Te exaltaremos. Ó, deem graças ao SENHOR, porque Ele É bom; porque a Sua misericórdia dura para sempre! — Salmo 118.5ss


Queremos sugerir esta pauta de oração, tendo como estrutura, os tópicos dados pelo SENHOR Jesus em Mateus 6.9-13:

  • Perdoa nossa adoração a outros deuses, culto aos demônios, a idolatria ao homem e o altar criado pra ele. — Adoramos ao DEUS Todo-Poderoso, Criador dos Céus e da Terra, que por meio do sacrifício de Jesus, O Messias, nos perdoou, nos reconciliou com O SENHOR, nos justificou para entrarmos na Sua Presença e podermos chamá-Lo de PAI, PAI nosso;

  • Perdoa a profanação e desonra ao Teu Nome que se dá nesses dias — Nosso PAI, santificamos o Teu Nome aqui na terra, pedimos perdão por toda blasfêmia contra Ti, por toda essa rebeldia causada pela independência do homem;

  • Perdoa o desejo de sermos como DEUS, o trabalhar para centralidade do homem — Venha o Teu Reino e Governo do SENHOR! Como Igreja nos posicionamos sujeitos ao Teu senhorio. Na nossa liberdade pedimos a Tua ordem, Governo e Reino;

  • Perdoa nossa independência e consequentemente nossa rebeldia — Declaramos nossa dependência ao SENHOR, buscamos a Tua face, queremos contemplar a beleza da Tua santidade e sermos convertidos a Ti, como filhos clamamos a Tua vontade, que é boa, agradável e perfeita, que ela seja estabelecida na terra como nos Céus;

  • Perdão pela autossuficiência, por colocarmos nossa esperança na nossa força, no nosso braço e nos homens — Pedimos a porção reservada a Israel, a Tua Igreja, ao Teu povo, aos filhos; nos abençoe com o pão diário, o suprimento necessário para essa estação, para os dias que estão por vir, o SENHOR É o nosso pastor e Aquele que nos completa;

  • Perdoe nossos pecados, nos expomos a Ti, pedimos a Tua Luz que invade as nossas trevas. Revela os nossos pecados ocultos para que venhamos nos arrepender. Que até nossos pensamentos sejam agradáveis a Ti. E por favor, nos mostra aquilo que devemos perdoar para que sejamos perdoados.

  • Perdoa a iniquidade da nossa nação, a entrega às paixões, às concupiscências dos olhos e da carne; Fortaleça-nos nas nossas dificuldades e livra-nos das tentações — que haja um mover de arrependimento, confissão e reforma dentro das casas, dos maridos, esposas, pais e filhos; a confissão é uma chave para libertação.

  • Pedimos perdão por aceitarmos as mentiras do diabo, por olharmos e julgarmos com olhos humanos, acabamos abrindo portas para o inimigo e trilhamos caminhos errôneos. Na nossa insanidade nos afastamos de Ti — Pedimos que o SENHOR abra os olhos e ouvidos, que Sua Luz seja manifesta para que o engano e contaminações sejam expostos, livrando-nos do mal, que as pessoas se arrependam, e se voltem pra Ti;

  • Como Igreja declaramos que o louvor, e glória, e sabedoria, e ação de graças, e honra, e poder, e força ao nosso DEUS, para todo o sempre. Amém! (Ap 7.12).


Por um Brasil de joelhos aos pés de Cristo!


Equipe Brasil de Joelhos

bottom of page